Negro Não Quer Mais Sofrer

Negro não quer mais correr
Negro não quer mais sofrer feitor

Ô ô ô, ô ô ô , ô ô ô ô

Negro nasceu na Senzala
Ficou doente sem amor

Ô ô ô, ô ô ô , ô ô ô ô

Ele veio do cativeiro
Na chibata do feitor
O suor que se escorreria
É sangue do trabalhador

Ô ô ô, ô ô ô , ô ô ô ô

Ai meu Deus o que eu faço
A imagem não se apagou
Até hoje nessa vida
A escravidão não se acabou

Ô ô ô, ô ô ô , ô ô ô ô

Negro no longer wants to run
Negro no longer wants to suffer overseer

Ô ô ô, ô ô ô , ô ô ô ô

Negro born in the Senzala
Became sick without love

Ô ô ô, ô ô ô , ô ô ô ô

He came from captivity
At the whip of the overseer
The sweat would flow
It’s the blood of the worker

Ô ô ô, ô ô ô , ô ô ô ô

Oh my God what do I do
The image hasn’t faded
Until today in this life
Slavery hasn’t ended

Ô ô ô, ô ô ô , ô ô ô ô

En Français

FavoriteLoadingAdd to favorites
0 Comments

Leave a reply

Having trouble finding a song?

Please send us a message to let us know and we'll try our best to help you find it or add it to the site.

Sending

©2016 CapoeiraSongBook an ÉPOQUE BLEUE solution

or

Log in with your credentials

or    

Forgot your details?

or

Create Account